14-10

Nome: Ana Maria Mocho

Habilitações: Licenciatura em Filologia Românica pela Faculdade de Letras da Universidade do Porto 

Disciplina leccionada Língua Portuguesa  Escola EB 2/3 de Soares dos Reis 

 

    - O que é para si ensinar?

Ensinar é um acto de partilha, o que necessariamente pressupõe entrega e disponibilidade. É algo que vai muito além de uma simples transmissão de conhecimentos.

 

 

  - O que é um manual da(s) sua(s) disciplina(s) bem conseguido?

O conceito de manual não deve restringir-se ao livro em si. Deverá ser um conjunto de materiais postos à disposição do professor e que ele utilizará de acordo com o seu público e com as circunstâncias.

 

      - O que é hoje um docente realizado?

É aquele que sente que cativou os alunos para o prazer de aprender.

 

      - Quais os vectores da profissão mais gratificantes? E os menos gratificantes?

O vector mais gratificante (e mais importante) é o contacto com os alunos e toda a interacção que daí advém. Os menos gratificantes são as burocracias que cada vez mais nos são impostas e a falta de reconhecimento por parte da tutela.

 

 - Por que é Professora? Qual o porquê da sua opção profissional?

Nunca se me pôs a hipótese de outra opção profissional.

 

- Teve modelos como aluna (um professor, familiar…)?  E como Professora? Como o(s) caracteriza?

Sim. Uma professora do liceu, que seria considerada da «velha guarda», com aulas perfeitamente tradicionais mas que cultivava uma óptima relação com os seus alunos.

 

    - Como quereria que os seus alunos a vissem?

Gosto de acreditar que os meus alunos me vêem como uma professora competente e uma pessoa acessível e compreensiva. Alguém em quem podem confiar, quer a nível humano quer a nível profissional.

 

   - Qual o livro que mais a marcou na vida? E na sua profissão?

Os livros vão perpassando pela minha vida e vão sendo marcos importantes, de acordo com as ocasiões. Assim, é impossível, de tantos, destacar só um.

 

      - Qual o tipo de aluno mais interessante que encontrou? Poderia narrar algum episódio do seu relacionamento com um deles?

Os alunos que mais me marcaram são os que me deram mais trabalho, mais preocupações, aqueles que me fizeram «gastar mais tempo» (como explicaria a raposa ao Principezinho) com eles é que, no final, ficámos com óptimas relações. São aqueles que continuam a ir à escola só “para cumprimentar a professora”.

 

      -Como gostaria de ver a classe dos professores?

Esclarecida, unida e valorizada.

 

      - Que mensagem deixaria aos professores?

Apesar de todas as tormentas, os alunos continuam ali, na sala de aula, e solicitam-nos diariamente. Centremo-nos nessa realidade.



publicado por Correio da Educação às 09:30
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds