07-11

 

Segundo um estudo sobre «Questões de género na participação digital», do investigador José Azevedo, da Universidade do Porto, ao contrário dos homens que diversificam e passam mais tempo ao computador, sobretudo para entretenimento e consumo de informação, as mulheres pouco utilizam a Internet e principalmente para trabalho e relações sociais.

A investigação conclui que, apesar da diminuição da desigualdade entre géneros na sociedade portuguesa, esta ainda persiste no acesso à Internet e outras tecnologias de informação e comunicação, sendo esta assimetria designada como “fosso digital”. (Ciência Hoje)



publicado por Correio da Educação às 15:04
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds