07-03

Sindicatos de professores e Ministério da Educação retomaram as negociações para o novo regulamento de recrutamento de docentes, que já suscita muitas dúvidas e divergências às organizações sindicais.

O documento pretende agilizar a substituição de professores na escola e pressupõe que os professores de colégios privados com contrato de associação possam ser equiparados aos professores do ensino público para efeitos de recrutamento.

A Fenprof manifestou a sua oposição à disposição que levará a que um professor que queira mudar de escola tenha que se candidatar a três distritos e a FNE rejeitou os intervalos de horários para professores contratados constantes na proposta do Governo. (Público)


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:59
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

4 comentários:
De Colégio em Lisboa a 13 de Março de 2012 às 17:53
Negociar!!! desde quando é que há negociação? A troika exige, não negoceia


De best android phone a 21 de Maio de 2013 às 08:24
How do you feel the trading of electronic products in 1949, you will be a rich very very good content of this site?


De Cheap Essay Help a 13 de Julho de 2016 às 08:25
Education needs to be renovated. It's already lacking the power of learning and the power of students to reinforce their abilities to perform. Students should know that education if first and foremost their realm.


De breitling replica a 13 de Setembro de 2016 às 12:01
O documento pretende agilizar a substituição de professores na escola e pressupõe que os professores de colégios privados com contrato de associação possam ser equiparados aos professores do ensino público para efeitos de recrutamento.


Comentar post

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds