20-03

O presidente da Câmara de Famalicão, Armindo Costa, apelou neste sábado ao ministro da Educação para reintegrar a obra de Camilo Castelo Branco nos currículo do ensino secundário, mas para já Nuno Crato comprometeu-se apenas a “dar um maior destaque” àquele escritor.
“Em 2012, comemoram-se os 150 anos da publicação do livro Amor de Perdição. Pensamos que a melhor maneira de o Ministério da Educação e da Ciência honrar a figura de Camilo Castelo Branco e o ensino da Língua Portuguesa seria reintegrar o seu estudo no plano curricular do ensino secundário”, sublinhou Armindo Costa. (Público)



publicado por Correio da Educação às 15:25
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds