11-04

 

Segundo um relatório da OCDE, a avaliação dos alunos em Portugal está demasiado concentrada nas «notas» atribuídas e deve-se mudar esta situação através da formação dos professores e do reforço da liderança pedagógica nas escolas.
Para o coordenador do relatório sobre políticas de avaliação no ensino em Portugal e analista Principal na Direcção da Educação da OCDE- Organização, Paulo Santiago, a avaliação é tida «mais como um elemento de controlo e eventualmente de punição, e não tanto como um elemento de melhoria» e «ainda existe um ensino muito tradicional em Portugal e há que mudar o que implica muita formação». (TVI24)


tags:

publicado por Correio da Educação às 09:58
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

3 comentários:
De Cidade de Tomar a 14 de Abril de 2012 às 13:24
Não consigo deixar de achar estranha a reacção de alguns media e, especialmente, estranho a ausência do batalhão de "comentadores" que sempre clama pelo chumbo, pela reprovação ou pelo seu conseito pessoal de "exigência".

Andam desaparecidos. O que é pena.

Sendo certo que tendo um representante no ministério...já não precisam de falar...


De Cidade de Tomar a 14 de Abril de 2012 às 13:26
Queria corrigir o comentário anterior... obviamente que "conseito" devia ser "conceito".


De breitling replica a 28 de Setembro de 2016 às 03:45
Para o coordenador do relatório sobre políticas de avaliação no ensino em Portugal e analista Principal na Direcção da Educação da OCDE- Organização, Paulo Santiago.


Comentar post

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds