07-05

 

* Rosa Duarte


Viver em open space o fast love num zapping delirante ao som da música psicadélica e batatas fritas de palito pode anestesiar momentaneamente o incómodo da crise económica instalada, implacável para os potenciais consumidores de futuros profissionais promissores
que vão aguardando melhores dias na sua terra, mas a troco da embriaguez dos media empacotados e amizades sociais sem rede, por vezes com digestões difíceis de virtualidade continuada. Nos tempos difíceis, especialmente, os frutos obrigam-se a si mesmos a dar espaço para alguns brotarem mais suculentos. Assim, nos escombros da conhecida música que nos vão dando os grandes grupos económicos e políticos, disparam felizmente os vanguardistas sentimentos dos grupos alternativos que vão respirar uma aragem mais inventiva, porque falam das tentações sonantes e arremessos de legumes mágicos, em projetos e concertos inflamados e inflacionados do nosso tempo, com (The) Temptations, Smashing Pumpkins… Vai-se sobrevivendo com a alegria do som.

 

De portas-meias com a dura realidade, somos repórteres dentro e fora do ecrã da nossa mente. Igualmente telecomandados, saltamos de canal em canal e afrouxamos nos noticiários televisivos mais vivos, comentados, a cada passo, que fazem da notícia um parente próximo do espetáculo. Nas televisões brasileiras, por exemplo. É a velha questão da linha ténue que nos poderia levar à reflexão de quem somos, como interagimos, como reconhecer as contaminações interpretativas sobre os acontecimentos. Nós sabemos que as gavetas que compartimentam as palavras e os seus conceitos inversos são propriedade do senso comum, como estas da objetividade e da subjetividade, vendo a sua contaminação vivencial imparável, cúmplice e diáfana! A devoção mediática é massiva, mas os alicerces da verdade ainda querem aguentar as brisas da primavera. Vamos acreditando… Somos construtores civis em formação. Começamos a ser um coletivo sem c, porque há mudanças que se impõem a favor do benefício corresponsável dos povos. Há quem resista e há quem não tenha como fugir-lhes… Claro que a muitos de nós parecem menos comprometedoras as atualizações ortográficas do que a crescente falta de dinheiro, a escassez de emprego, a fraca valorização
da arte, as agressões ecológicas, o árduo caminho da construção da integridade social. Onde anda a boa comunicação intrínseca à preservação do bom entendimento, ao clima de paz e à sustentabilidade? Qual é a forma física do português cuja espinal medula é a alegria de
viver e o reconhecimento de cada falante como ser único e diverso, na sua imaginação e racionalidade?

E continuamos o rol das dúvidas: a que razões se podem agarrar os autores deste novo acordo ortográfico para despender tempo, ideias e dinheiro com o intuito de desferir, ainda que relativos, sérios golpes na prezada etimologia e apreciada plasticidade da nossa língua anfitriã? Todas as mudanças, que são sempre dolorosas aos mais afeiçoados, ao longo da história da língua portuguesa deveram-se naturalmente ao dinamismo da prática da oralidade que vai, aos atropelos, obrigando a língua a algumas atualizações, como esta da fonética. Estas contrariedades arrastam desabafos incontidos como o de: Até parece que já não sei escrever. É um sério desafio ao nosso sentimento de lusa ancestralidade. Mas algo nos diz: não desanimemos porque a nossa vulnerabilidade financeira não atordoou o espírito empreendedor do nosso povo, que continua as suas conquistas, não por terra ou por mar, mas pelo caminho da disseminação da sua língua e cultura… Esperemos que nunca à custa da sua portugalidade. A solenidade do tempo, esse grande escultor também da nossa língua, confronta-nos com os anseios dos nossos mestres intemporais da literatura que clamaram pela árdua, mas inevitável tarefa académica de contextualizadamente repensar a uniformização ortográfica da língua portuguesa em todos os seus recantos. Por isso aqui vai um testemunho conhecido em jeito de ilustração: “…de boamente seguirei qualquer methodo mais accertado, apenas haja algum geral, e racionável em portuguez: o que tam fácil, e simples seria, se a nossa academia, e governo em tam importante cousa se empenhassem.” (Almeida Garrett, Camões: 1825).

Porque os acordos são feitos para discordar, difundo esta minha apressada reflexão num dos mais poderosos meios, democraticamente.

 

* Professora do Ensino Secundário



publicado por Correio da Educação às 15:16
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

11 comentários:
De Tutu Helper a 2 de Agosto de 2017 às 10:57
There is a toolbar for iphone all the individuals called TuTu iOS toolbar which could be used to take care of all the things such as occasions, battery, contacts, calendar and other things


De angelica a 29 de Setembro de 2017 às 13:30
How to solve scan and attaching document issues in Yahoo emails? Now visit our website;


De angelica a 4 de Outubro de 2017 às 10:32
There are two ways that you can easily regain access to your Yahoo Mail account in case its security has been compromised. Follow our website for solution.


De:

Data:
5 de Outubro de 2017 às 08:09


De angelica a 6 de Outubro de 2017 às 06:51
In Yahoo account can be create many problems; unable to yahoo account settings update, you just need follow some simple steps.
http://techhelplinenumber.over-blog.com/2017/09/how-to-update-yahoo-account-settings.html


De angelica a 10 de Outubro de 2017 às 09:52
Yahoo email not working properly? If you solve this problem than follow our website.
https://www.slideshare.net/KathleenDavidsons/yahoo-email-is-not-working-properlyhow-to-fix (https://www.slideshare.net/KathleenDavidsons/yahoo-email-is-not-working-properlyhow-to-fix)


De angelica a 10 de Outubro de 2017 às 09:53
Yahoo email not working properly? If you solve this problem than follow our website.
https://www.slideshare.net/KathleenDavidsons/yahoo-email-is-not-working-properlyhow-to-fix


De angelica a 11 de Outubro de 2017 às 07:38
Yahoo user confronts some issues with Yahoo email app, here the easy ways to fix the problems. Read here:- http://emailsupporthelp.publicoton.fr/ways-to-fix-the-yahoo-mail-app-problems-1446504


De angelica a 16 de Outubro de 2017 às 08:11
POP is the best way to get Yahoo email in a mobile app or desktop. Furthermore Yahoo users need to let’s now about Yahoo POP settings and more.


De angelica a 25 de Outubro de 2017 às 10:43
How to secure HACKED Yahoo email account? With the help of simple steps you can easily secure your Hacked Yahoo email account. Here follow some guideline on our website.



De AT&T Email Help Service Number a 29 de Setembro de 2017 às 10:11
Dial AT&T toll free number to solve all complicate issues and trouble like sign in issues and various error code related to email account.


Comentar post

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds