24-05

O Ministério da Educação assumiu que a decisão de impedir uma criança hiperativa, de seis anos, de frequentar a escola, em Viana do Castelo, foi tomada em conjunto por médicos e direção da escola para "segurança de todos".
A criança foi impedida pela direção escolar de frequentar o estabelecimento de ensino por alegadamente estar "suspensa" devido ao comportamento hiperativo. (JN)


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:09
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds