30-05

Os professores de Educação Física insurgem-se, em carta aberta ao ministro Nuno Crato, contra o que classificam de “equívoco” na matriz curricular que entrará em vigor no próximo ano letivo, considerando que despreza a disciplina.
“É atribuído um crédito total de minutos a esta área para ser gerido no seio de cada escola, de acordo com o critério dos seus gestores, permitindo que possa desprezar-se a carga horária que estava definida para esta disciplina”, escrevem os autores do documento, assinado pelos dirigentes da Confederação Nacional de Associações de Profissionais de Educação Física e da Sociedade Portuguesa de Educação Física. (Público)



publicado por Correio da Educação às 09:52
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds