19-09

O secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar, João Casanova de Almeida, afirmou que a Inspeção Geral de Educação e Ciência está a investigar os casos em que alegadamente foram cometidas irregularidades na seleção de professores que concorreram às chamadas “ofertas de escola”.
Segundo determina a lei, a seleção deve resultar da ponderação da graduação profissional dos candidatos, mas nos blogues de educação têm vindo a multiplicar-se as denúncias de diretores que alegadamente continuam a condicionar o concurso, colocando entre os subcritérios fatores muito específicos, como ter dado aulas naquele exato estabelecimento de ensino, ter trabalhado numa escola TEIP e ter dado aulas a alunos de língua estrangeira. (Público)


tags:

publicado por Correio da Educação às 11:14
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds