29-04

 

 

 

Um estudo canadiano de Psicologia concluiu que a leitura de ficção ajuda a melhorar a empatia e o relacionamento social dos leitores, ao passo que a leitura de não-ficção expositiva parece traduzir-se num menor suporte social, menor auto-estima e maior tendência para a depressão.
A estudo deduz que os leitores de ficção estabelecem uma relação parassocial com as personagens ficcionais, que os faz sentirem-se mais acompanhados, além de que a capacidade de imersão numa história parece fomentar a capacidade de projeção na mente do outro e apreender os seus estados psíquicos, visto que as competências de leitura de ficção estão neurologicamente relacionadas com as competências de memória autobiográfica, raciocínio para o futuro, orientação no espaço e inferência mental. (Psychology Today)

 



publicado por Correio da Educação às 10:04
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

28-04

 

Faleceu o historiador, professor catedrático e antigo diretor da Biblioteca Nacional, Vitorino Magalhães Godinho, na passada terça-feira, 26, com 92 anos. Vitorino Magalhães Godinho foi um dos pioneiros da História e das Ciências Sociais em Portugal, devendo-se-lhe em especial a renovação e atualização da investigação sobre os Descobrimentos e a expansão portuguesa integrada numa perspetiva global e no âmbito dos princípios da École des Annales, de que foi membro. (Público)

 



publicado por Correio da Educação às 10:43
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

01-04

 

 

 

 

No Ignite Portugal, Joana Sousa, do projecto Filosofia e Criatividade, fala de Filosofia para crianças.



publicado por Correio da Educação às 15:19
link do post | comentar | ver comentários (4) | adicionar aos favoritos

29-03

 

Marta Araújo, do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra, analisou cinco manuais de História do 7.º, 8.º e 9.º anos de escolaridade e concluiu que estes continuam a perpetuar uma mundivisão devedora do Estado Novo. A investigadora considera que esta perspetiva de parte uma visão eurocêntrica, que usa os valores europeus como padrão para avaliar as outras sociedades. (Público)

 



publicado por Correio da Educação às 11:10
link do post | comentar | ver comentários (11) | adicionar aos favoritos

10-03

O Jornal de Angola publicou um artigo de Filipe Zau, intitulado "Uma Contribuição para a História da Educação", onde se faz uma resenha histórica dos acontecimentos mais relevantes relacionados com a evolução das acções educativas em Angola. (Jornal de Angola)



publicado por Correio da Educação às 16:51
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

26-01

 

O jornal Público apresenta um interessante artigo sobre os neologismos que têm aparecido recentemente na língua portuguesa, como é o caso de "focalizar", "realizar" (com o sentido de "aperceber-se"), "colapsar", "printar", entre outros. Os especialistas consultados pelo jornal consideram que esta rápida infiltração se deve às novas tecnologias. (Público)

 



publicado por Correio da Educação às 17:34
link do post | comentar | ver comentários (21) | adicionar aos favoritos

10-01

O jornal espanhol El País recolheu o testemunho de 50 escritores conhecidos de várias nacionalidades sobre o que os leva a escrever. Compulsão, gosto, dinheiro são algumas das explicações dos autores, entre os quais se contam Umberto Eco, John Banville, Alberto Manguel, Javier Marías, Antonio Tabucchi e Mario Vargas Llosa. (El País)



publicado por Correio da Educação às 20:21
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

13-12

 

Segundo o livro Sexualidades em Portugal, recentemente lançado, os portugueses iniciam a sua actividade sexual cada vez mais cedo. A idade média do início da actividade sexual das mulheres passou de 21,2 para 17,2 anos em três décadas. Aproximaram-se, assim, da idade média dos homens que, no entanto, recuou também mais um ano: passou de 17,3 para 16,5 anos.
A obra de Manuel Villaverde Cabral e Pedro Moura Ferreira revela que quase metade dos portugueses refere ter relações sexuais "algumas vezes" por semana, enquanto 7,4% dizem ser uma prática diária ou quase diária. (JN)

 



publicado por Correio da Educação às 10:30
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

10-12

 

 

Para assinalar a entrega do Nobel a Mario Vargas Llosa, o jornal espanhol El País publica integralmente o seu discurso, que começa do seguinte modo:

 

 

«Aprendí a leer a los cinco años, en la clase del hermano Justiniano, en el Colegio de la Salle, en Cochabamba (Bolivia). Es la cosa más importante que me ha pasado en la vida. Casi setenta años después recuerdo con nitidez cómo esa magia, traducir las palabras de los libros en imágenes, enriqueció mi vida, rompiendo las barreras del tiempo y del espacio y permitiéndome viajar con el capitán Nemo veinte mil leguas de viaje submarino, luchar junto a d'Artagnan, Athos, Portos y Aramís contra las intrigas que amenazan a la Reina en los tiempos del sinuoso Richelieu, o arrastrarme por las entrañas de París, convertido en Jean Valjean, con el cuerpo inerte de Marius a cuestas.
La lectura convertía el sueño en vida y la vida en sueño y ponía al alcance del pedacito de hombre que era yo el universo de la literatura.(...)» (El País)



publicado por Correio da Educação às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

02-12

Autor: Glenn Beck
Ano da Edição: 2010
Editora: Lua de Papel


Eddie sonha com uma bicicleta há muito, muito tempo. Apesar de ter apenas doze anos, sabe que o sonho vai ser difícil de concretizar, pois a família debate-se com problemas financeiros desde que o pai morreu. Ainda assim, acredita que a sua mãe vai conseguir o milagre, e que na manhã mágica do dia 25, junto à modesta árvore de Natal, encontrará a tão desejada prenda... Em vez disso, depara-se com um pequeno embrulho. Lá dentro, uma camisola, «uma estúpida e feia camisola tricotada à mão», que o rapaz enfurecido atira para um canto do quarto. Demasiado novo para perceber o valor simbólico da prenda que a mãe lhe tricotou com tanto amor, Eddie inicia uma dura caminhada para a idade adulta, que o levará a questionar tudo e todos. Até que, no mais profundo momento da sua revolta, conhece um enigmático vizinho, que aparece e desaparece sem deixar rasto. É um homem sábio, de idade indefinida, que ensina ao rapaz um segredo: na vida há sempre uma segunda oportunidade, podemos sempre voltar atrás e desfazer todo o mal que fizemos. A Prenda de Natal é um romance mágico, uma história que ficará para sempre na nossa memória. (da contracapa)



publicado por Correio da Educação às 13:30
link do post | comentar | ver comentários (27) | adicionar aos favoritos


CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds