08-03

Marta Santos*

 

Na semana dedicada ao evento “Correntes d’ Escritas”, na Póvoa de Varzim, que reúne vários escritores, que este ano a sua sessão de abertura cabe à Ministra de Educação, Isabel Alçada, e cuja revista é uma homenagem à escritora Agustina Bessa-Luís, decidi passar para o papel a minha reflexão sobre a leitura, essa actividade tão essencial ao ser humano, não só porque lhe fornece informações diversas e necessárias à sua vida, mas também porque é uma fonte inesgotável de prazer, um estímulo intelectual e um forte enriquecimento cultural.

 

 

 

Marta Oliveira Santos – Licenciatura em Filologia Românica; colaboradora de várias publicações.

 

 



publicado por Correio da Educação às 12:53
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

12-01

Todos nós vivemos rodeados de mensagens icónicas e verbais, extremamente apelativas, que nos levam a desejar inúmeras coisas. Contudo, a maior parte das vezes, caímos na tentação e passamos ao acto de compra.

Marta Oliveira Santos – Licenciatura em Filologia Românica; colaboradora de várias publicações.



publicado por Correio da Educação às 11:14
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

16-12

 

Receita de Natal

 

 

Comece por uma forma de barrar

grande, do tamanho do mundo.

Unte-a com amor profundo

e com fraternidade a deve polvilhar.

Bata a amizade com a compreensão,

junte flocos de ternura.

De tolerância deite colheradas

e amasse tudo com dedicação.

Envolva a massa muito bem

 não esquecendo o fermento:

um sorriso de criança!

Leve a lume brando

infinitamente…

 

 

 

 

Cubra com os pedaços de Paz

 

 

 

que conseguir reunir

 

e depois pode servir

acompanhado de beijos

a qualquer momento.

 

 

Feliz Natal

 

 

 

 

Marta Santos



publicado por Correio da Educação às 13:27
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

01-12

O acto de escrever é fundamental nos nossos dias. A escrita está presente nos livros, nos jornais e revistas, nos cartazes publicitários, nas legendas dos filmes, nos e-mails, nos SMS, sendo que estes têm uma forma sui generis.

A escola tem como objectivo dar aos alunos competências para lerem e para comunicarem, por escrito, de forma correcta. Esta actividade de escrita deve ser diária e, no 1º Ciclo, ela deverá ser muito exigente porque a idade das crianças é óptima para memorizar/consolidar regras que, no futuro, evitarão o erro ortográfico. Aliás, verifica-se que muitos alunos chegam ao 2º Ciclo sem hábitos de leitura e com graves lacunas na escrita que, na maioria dos casos, resultam da pouca prática desses hábitos - ler e escrever – no 1º Ciclo.

 Marta Oliveira SantosLicenciatura em Filologia Românica; colaboradora de várias publicações.

 



publicado por Correio da Educação às 16:07
link do post | comentar | ver comentários (28) | adicionar aos favoritos

29-10

O Director de Turma é um docente que tem um papel muito trabalhoso e importante na Escola e onde nem sempre lhe é dado o justo valor.

É do conhecimento de todos que o Director de Turma (DT) é aquele professor que faz a ligação entre os diferentes professores que compõem o Conselho de Turma (CT), entre estes e a Família. Para além destes dois aspectos, tem uma série de actividades burocráticas a desempenhar, uma vez que tem de iniciar a construção do Projecto Curricular de Turma, preparar as reuniões de  CT, reuniões de pais, reuniões de alunos, registar faltas dos alunos, para além da preparação das aulas de Formação Cívica e outras disciplinas que também lecciona, seleccionar e elaborar materiais para as mesmas e participar em outras reuniões relacionadas com a sua actividade docente.

 

 

Marta Oliveira Santos – Licenciatura em Filologia Românica; colaboradora de várias publicações.

 



publicado por Correio da Educação às 10:24
link do post | comentar | ver comentários (18) | adicionar aos favoritos

18-09

  

   Verifica-se há muito que, no Natal ou aniversário do s amigos, o Pi…Pi…Pi…e o estremecer do telemóvel são uma interrupção ao silêncio da casa ou a uma conversa para assinalar que uma mensagem acabou de chegar. E carregando na tecla própria, ela aí está no écran para descodificar: “f. natl na comp. tds, mt p az e mts bjo, k o men. J. ponha no v. spatnho td o k + desejarem”; ou “f. aniv. mts felicd ds. bjs”. Depois de lida, ou melhor, descodificada, apaga-se e continua-se aquilo que se interrompeu.



publicado por Correio da Educação às 10:43
link do post | comentar | adicionar aos favoritos


CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds