29-04

Paula Cardoso*

1. O espaço – na escola

 

Nos dias que correm o espaço tem vindo a ser um bem precioso. Nunca há espaço para nada: não há espaço para arrumar, não há espaço no calendário para os amigos, não há espaço para a reflexão. Mas eu sou, na verdade, uma felizarda, encontrei um espaço.

Por mero acaso, foi possibilitado ao meu grupo disciplinar, um momento de reunião formal que se tornou num espaço de troca de impressões, de reflexão, de troca de experiências, opiniões. Se a intenção inicial foi a formação no âmbito dos Novos Programas de Português, na verdade aproveitou-se a oportunidade para dar voz a todos num espaço restrito sobre aquilo que somos, que fazemos, até recordámos momentos de infância, com nostalgia é verdade, relembrando os métodos dos nossos professores e as suas consequências.

Relembrámos os jogos de memória, os recitais, os poemas declamados em público, a dramatização de pequenas peças de teatro. E saímos dali com um largo sorriso de saudade. Os resultados de tais conversas proporcionaram-nos momentos ainda mais especiais, a prática de outros métodos nas nossas salas de aula. E reunimo-nos, de novo, para aí, nesse espaço, voltarmos à reflexão, à troca de práticas lectivas.

Criámos espaço de diálogo. O espaço existe, agora, ninguém o tira.

 

 

* Mestre em Ensino da Língua e da Literatura, docente da Escola Secundária S. Pedro – Vila Real.



publicado por Correio da Educação às 01:23
link do post | comentar | ver comentários (4) | adicionar aos favoritos


CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds