29-06

* Inês Silva

 

Tem-se vindo a assistir, desde o início do século XXI, ao fim das humanidades em Portugal. Cada vez menos os alunos escolhem esta área de estudos no ensino secundário. Cada vez menos pretendem tirar uma licenciatura em línguas e literaturas ou em linguística, ou ainda em história ou filosofia. E cada vez menos se interessam pela “cultura” associada à sua língua, literatura, vivências do passado…


Também em certas licenciaturas, como Educação Básica, os docentes confrontam-se com a dificuldade crescente dos estudantes (futuros educadores e professores) em acompanhar os programas de unidades curriculares como cultura portuguesa, literaturas lusófonas, linguística, história.  


A que se deve este desinvestimento e este desinteresse (quase repúdio) pelas humanidades?

Em primeiro lugar, pelas várias ideias estereotipadas que se foram criando (e confirmando, de certa forma) de que as humanidades, por si só, não dão emprego a ninguém. Em segundo lugar, pelo sentimento de «perda de tempo» no trabalho gasto com um romance, um ensaio, uma antologia de poemas, um achado arqueológico, um facto linguístico, uma forma diferente de ver o mundo. Finalmente, pelo enorme prestígio social que certas profissões hoje em dia têm, como a de médico (porque escasseiam) ou a de gestor de uma multinacional (porque ganham muito), que contrastam, e bastante, com a de historiador ou a de professor, por exemplo.


Posto isso, percebe-se que a sociedade vá matando as humanidades. Deixou de lhes dar importância, ao não exigir dos que educa, desde o básico, um trabalho de “corpo a corpo” com certos textos de referência sociocultural e literária, considerados “muito difíceis”, “muito puxados”, “muito estranhos” à geração da Playstation e dos Morangos com Açúcar. E aceitou passivamente que a roda económica chamada euro, uma espécie de pesa-papéis calcador das humanidades, marcasse a velocidade da existência.


Postas as humanidades nas prateleiras das bibliotecas mais antigas, dá-se o início inevitável de uma crise humanitária. Sem a leitura, sem a reflexão, sem o pensamento associado ao que fomos, para onde vamos, quem somos, o que queremos, o que é a paz, a guerra, o amor, a vontade, a esperança… transformamo-nos em autómatos. Isto é, desprezando o conhecimento histórico, filosófico, literário, social, o homem deixa de ser criativo, deixa de ser empreendedor, deixa de querer ser independente do Estado, deixa de ser solidário, deixa de conhecer o mundo onde vive, deixa de pensar, deixa de ser competente a ler o que os outros escrevem, a ouvir o que os outros lhe dizem, a escrever as suas opiniões…
Deixa de se amar a si, deixa de amar os outros… deixa de ser homem.

 

* Inês Silva - Doutora em Linguística (Sociolinguística). Professora Adjunta convidada na Escola Superior de Educação de Santarém. Tem realizado estudos sobre a escrita dos alunos. É autora de várias publicações de caráter didático e de caráter linguístico. Na ficção, publicou o romance: A Casa das Heras.



publicado por Correio da Educação às 15:28
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

33 comentários:
De clipart thanksgiving a 5 de Outubro de 2017 às 08:38
thanks for sharing us. nice post


De halloween nail ideas a 5 de Outubro de 2017 às 08:40
wow nice site i love your site.


De best trees removal a 11 de Março de 2019 às 10:37
I wish to thank you for the initiatives you have made in writing this article. I am really hoping the exact same best work from you in the future also. As a matter of fact, your imaginative creating abilities has influenced me to begin my very own BlogEngine blog now.


De find more information a 20 de Março de 2019 às 13:13
A financial obligation of appreciation is in order for publishing this information. I just need to tell you that I simply consider your site and also I discover it extremely interesting as well as instructional. I can barely wait to peruse lots of your posts.


De click here a 29 de Março de 2019 às 14:33
A person seeking an audit essay. The most reliable along with likewise the tailored service is below. All type of academic essay is offered at a truly low-cost expenditure.


De Read more a 5 de Abril de 2019 às 15:09
Your blog sites additionally a lot more each else quantity is so entertaining further functional It assigns me to befall retreat repetition.


De tl dev tech smartphone a 15 de Abril de 2019 às 15:04
It's due to this that individuals can supply well seasoned as well as customized Expert Moving companies and Packers service, be it for Worldwide Relocating, Workplace Relocating, Domestic Movers or Local Moving service.


De wedding venue designer a 29 de Abril de 2019 às 15:13
Very useful and informed. consequently, I would like to thank you for the efforts you have made in writing this text. I will believe focusing long sufficient to investigate; an awful lot less write this form of the article.


De read more information a 14 de Maio de 2019 às 08:03
I read your article and it is excellent data that you give below. President Dietz discussing the post-decision. He is fantastic to portray every one of the important things in one of the most suitable ways.


De hyderabad sindh best mall a 30 de Maio de 2019 às 10:38
Much appreciation to you such a self-evident total amount for the short article you do. I like your brief article and all you subject us is a recognizable quote along with furthermore gigantically brightening up. I might need to bookmark the website so I can come below once again to request for stress by yourself.


Comentar post

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds