12-11

 

* José Matias Alves

 

A escola é hoje um lugar fragilizado pelo excesso de mandatos onde as promessas educativas têm muita dificuldade em cumprir-se. As promessas de realização pessoal, de integração ativa na sociedade, de preparação para uma vida profissional, de mobilidade social ascendente estão muito mais ameaçadas pelo signo do incumprimento.

 

 



publicado por Correio da Educação às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (13) | adicionar aos favoritos

 

DESPERTArt é o novo projeto conjunto do Serviço Educativo do Museu Coleção Berardo, em parceria com a Nintendo, que vai percorrer o país entre 5 de Novembro e 14 de Dezembro «com o objetivo de despertar a consciência artística dos mais novos».

O DESPERTArt vai possibilitar que os alunos do quarto ano lidem com conteúdos artísticos e pedagógicos através de um software que permite reproduzir as obras de arte que servirão de base de trabalho para os desafios propostos às crianças. (Diário Digital)



publicado por Correio da Educação às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (12) | adicionar aos favoritos

08-11

A Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação e a Confederação Nacional das Associações de Pais denunciaram no Parlamento que em vez do pequeno-almoço prometido pelo Ministério da Educação, os alunos passam fome. Na última audição parlamentar dos responsáveis políticos do Ministério da Educação nesta comissão, o secretário de Estado do Ensino e Administração Escolar, João Casanova de Almeida, disse que o programa estava em curso, em parcerias com empresas, embora tivesse reconhecido não estar ainda em velocidade de cruzeiro. (Público)

 


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (6) | adicionar aos favoritos

07-11

O coordenador científico da conferência «Deontologia e autorregulação das profissões da educação», que se realiza em Lisboa na próxima sexta-feira e sábado, Reis Monteiro considera que os professores têm vindo a ser reduzidos a «fornecedores de currículo», no âmbito da abordagem «neoliberal».

Reis Monteiro defende que a autorregulação não tem de vir necessariamente de uma ordem profissional, uma tradição essencialmente europeia e continental que tem conotações negativas com o «elitismo e corporativismo», mas de organismos de modelo anglo-saxónico, como a Comissão da Carteira Profissional dos Jornalistas, com funções de controlo de acesso à profissão e de fiscalização deontológica. (Público)

 


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

06-11

A SIC publicou uma reportagem, na passada sexta-feira, sobre o problema dos professores sem escolas para lecionar.

 



publicado por Correio da Educação às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

O Ministério da Educação e Ciência deixou cair a obrigatoriedade de os professores terem 3600 dias de serviço para se candidatarem à vinculação extraordinária, mas a proposta não agradou aos representantes das duas principais federações de professores.

Este ano, candidataram-se à contratação inicial e renovação de contrato 51 209 professores. Ficaram colocados, para dar aulas por um ano, em horário completo e desde o início do ano letivo, 7600 pessoas. No ano anterior tinham ficado colocados, na mesma fase, mais 5147. (Público)


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (5) | adicionar aos favoritos

05-11

* Inês Silva

Lembro-me de há uns quinze anos uma turma queixar-se de uma professora de matemática. Diziam os alunos que ela permanentemente se fixava na janela e se esquecia deles. Eu, como diretora de turma, teria de resolver o problema. Mas ela estava deprimida e assustada, não com a crise dos tempos de hoje, claro, mas com outra, para a qual não encontrava solução. E eu também não sabia como ajudar. Os alunos não compreendiam. Para eles, ela era medíocre. E eu, que não resolvia o caso, também. “Não se brinca com um 11.º ano”, diziam. “Eu quero entrar em medicina”, acrescentava um. “E eu preciso de boa nota a matemática, que é a específica”, acrescentava outro. “Façam os exercícios do manual que ela vai pedindo”, dizia eu, sem mais inteligência. Mas face a esta sugestão, contaram-me logo a história do dia anterior: depois de terem entrado na aula, a professora pediu-lhes que fizessem os exercícios de uma determinada página e logo fixou o olhar na janela, no Outro lado que, decerto, apaziguava tudo aquilo que a emudecia. Passados minutos, um dos alunos perguntou-lhe:
- Afinal, qual é a página, stôra?
- Ah? Ah, sim… é… é uma qualquer.
Para ela, qualquer página servia. Mas para eles não. Porém, apesar desta adversidade, os alunos lá foram caminhando até ao fim do ano e até ao fim de muitos outros anos, com a determinação que não encontraram na professora. Contudo, hoje, já médicos, engenheiros, veterinários, também olham pela janela à procura do Outro lado, o lado que alivia as tensões maiores. E agora percebem a resposta da professora. Em certos momentos da vida, qualquer página serve para a nossa história. A falta de perspetiva de futuro a isso leva.

 

* Doutora em Linguística (Sociolinguística). Professora Adjunta convidada na Escola Superior de Educação de Santarém. Tem realizado estudos sobre a escrita dos alunos. É autora de várias publicações de caráter didático e de caráter linguístico. Na ficção, publicou o romance: A Casa das Heras.



publicado por Correio da Educação às 15:00
link do post | comentar | ver comentários (14) | adicionar aos favoritos

O ministro da Educação, Nuno Crato, garante que tem o "maior interesse" em reforçar e desenvolver o ensino profissional em Portugal com vista a reduzir o desfasamento entre a formação escolar e as necessidades do mercado de trabalho.
Para tanto, Nuno Crato, deslocou-se a Berlim a fim de assinar um memorando de entendimento para a cooperação na área do ensino profissional e conhecer o sistema dual germânico, no qual os alunos adquirem formação em regime de alternância: em contexto de trabalho nas empresas que participam no sistema e nas escolas profissionais. (Expresso)


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:00
link do post | comentar | ver comentários (12) | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds