02-12

Está arreigada em nós a ideia de que aprender é avançar em frente. O conceito de progressão que serve, não raro, de medida para o processo avaliativo, consiste neste avançar cada vez mais rápido no sentido do complexo. Avançar em frente implica ir mudando de assunto, passar da Idade Média para o Renascimento, de Garrett para Pessoa, de Descartes para Damásio. Esta mudança, este passar intermitente de assunto para assunto dão ao professor e, quiçá, ao aluno mais atento a ideia de que se está a avançar, a progredir, a aprender, a dominar assuntos.

Será assim nalguns momentos, será assim com alguns assuntos… mas será assim a educação?

O ser humano aprende assuntos novos mobilizando conhecimentos já adquiridos: há um ponto de referência, um enquadramento, um vaivém de conexões que se estabelecem. Esta é uma capacidade cognitiva que frequentemente os alunos não trazem desenvolvida. Convenhamos que o sistema de ensino típico ajuda, frequentemente, a que ela se mantenha inerte. Este estimula o imediato, um saber de momento que posteriormente se esquece. Ora, o domínio, o conhecimento de um assunto exigem que a ele se regresse muitas vezes. Os primeiros contactos são superficiais, indiferentes. Imaginemos, por exemplo, o estudo do adjectivo, um exemplo tão bom como outro qualquer. Há uma primeira abordagem para o reconhecimento, para compreender o funcionamento. Mais à frente, virá o momento em que se compreenderá a plasticidade do adjectivo, a sua variabilidade. Mas é preciso ir ainda mais além, passar da morfologia para a sintaxe, da sintaxe para a semântica e para a pragmática. Terá de chegar o tempo em que eu sei que a palavra é um adjectivo, mas o que me interessa é a teia de sentidos que ela tece na frase, no texto. As relações que mantém com outras palavras, o espaço que ocupa, a explosão de sentidos que ela pode desencadear. Foi um longo caminho em torno do adjectivo, um vaivém de abordagens para se conhecer mais de perto o fenómeno, para o integrar num âmbito mais geral, para perceber o seu funcionamento e importância na máquina dos sentidos.

Por tudo isto, a aprendizagem, e com ela toda a educação, não pode ser uma linha recta. Terá de ser, antes, uma espiral. Alunos e professores terão de construir os seus conhecimentos em função deste movimento espiralar que implica passar pelos mesmos pontos para ir mais longe e mais fundo. No momento de planificar, na sala de aula, o professor terá de ter presente a necessidade de voltar ao mesmo assunto, uma e outra e muitas vezes, de promover o contacto e a reflexão, de aprofundar conhecimentos e de os integrar em planos mais largos, de modo a que o sentido do todo se adquira, a familiaridade com o assunto se conquiste, o saber para esquecer deixe de fazer sentido. Por esta razão, voltamos muitas vezes à poesia, ao texto narrativo, às equações, ao funcionamento do organismo, a … Se parece acontecer assim em temas considerados maiores, o mesmo terá de se estender a todo o conceito de ensino.

Desta forma, teremos um ensino virado para uma aprendizagem efectiva, para o aluno, que é também ele uma espiral, mas isso já seria outra reflexão…

 Carla Marques - Mestre em Linguística e doutoranda na mesma área; autora de várias publicações de carácter didáctico e de carácter linguístico: docente na Escola Secundária/3 de Carregal do Sal.



publicado por Correio da Educação às 16:05
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

159 comentários:
De ferragamo belt cheap a 9 de Fevereiro de 2018 às 03:15
As long as you do not tear down the wall of reality, smash her flowers, she can be the air outside the world


De hermes belt replica a 10 de Março de 2018 às 08:36
but it is shameless. Your ex-husband loved his parents very much, he did not find any money for his wife,


De 먹튀사이트 a 28 de Fevereiro de 2019 às 10:49
This is a great inspiring article.I am pretty much pleased with your good work.You put really very helpful information. Keep it up. Keep blogging. Looking to reading your next post.


Comentar post

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds