08-03

O secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, esclareceu que eventuais alterações ao novo Acordo Ortográfico serão sempre decididas pela comissão científica multilateral que está a elaborar o Vocabulário Ortográfico Comum.

O Vocabulário Ortográfico Comum só estará terminado em 2014, num trabalho desenvolvido por uma comissão científica em que participam representantes de todos os países de língua oficial portuguesa. (JN)

 



publicado por Correio da Educação às 14:47
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

29-02

 

 

O dicionário de língua portuguesa Houaiss poderá ser retirado de circulação no Brasil, em função de uma ação civil pública que acusa a publicação de difundir expressões preconceituosas a respeito da etnia cigana.
A ação teve início em 2009, quando um cidadão de origem cigana apresentou uma queixa junto ao Ministério Público Federal de Uberlândia, por este caracterizar a nomenclatura «cigano» como «aquele que trapaceia, velhaco», ainda que deixe expresso que é uma linguagem pejorativa.
Os responsáveis do dicionário consideram que os dicionários não «criam» termos na língua, mas refletem «como espelhos», as ocorrências da fala, sem ter a intenção de «atacar ou ferir» qualquer grupo. (CM)



publicado por Correio da Educação às 14:40
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

23-02

Entre quinta-feira e sábado, a Póvoa de Varzim torna-se o epicentro da literatura nacional com o Correntes d'Escrita. Um festival que celebra os livros e os escritores de língua portuguesa e castelhana.
O escritor brasileiro Rubem Fonseca é o nome em destaque este ano, participando numa mesa redonda com o ensaísta Eduardo Lourenço e as escritoras Hélia Correia e Ana Paula Tavares. (DN)



publicado por Correio da Educação às 10:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | adicionar aos favoritos

20-01

A língua portuguesa é utilizada por mais de 200 milhões de pessoas em todo o mundo, estando entre os idiomas mais falados, mas é preciso continuar a incentivar a sua utilização, divulgando autores e criandores e estimulando a leitura. Estes são os objetivos de uma iniciativa recentemente lançada pela Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento, a Rede de Bibliotecas Escolares e o Plano Nacional de Leitura.

 

O concurso Ler em Português pretende aumentar as práticas de leitura e escrita em português, mas também aprofundar a troca de experiências entre alunos e professores portugueses e norte-americanos. Por isso desafia equipas de alunos dos dois países a participar desenvolvendo trabalhos em blogues que sirvam os propósitos da iniciativa.

 

Os premiados têm acesso a um programa de intercâmbio entre Portugal e os Estados Unidos da América para conhecer melhor a cultura e os costumes dos dois países, assim como os projetos de leitura e literacia desenvolvidos pelas escolas e bibliotecas escolares. (Site)



publicado por Correio da Educação às 12:24
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

05-01

O Prémio Literário D. Dinis, instituído pela Fundação da Casa de Mateus, foi atribuído por unanimidade à escritora Maria Teresa Horta pelo romance As Luzes de Leonor. Este prémio é atribuído anualmente, desde 1980, a uma obra literária - de poesia, ensaio ou ficção - publicada no ano anterior ao da atribuição do prémio.

As Luzes de Leonor, obra lançada em 2011 pela D. Quixote, é um romance sobre a vida da marquesa de Alorna, Leonor de Almeida Portugal de Lorena e Lencastre (1750-1839), neta dos marqueses de Távora, que se destacou na história literária e política de Portugal. (Público)



publicado por Correio da Educação às 15:01
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

21-12

O jornal Público traça um balanço do primeiro período de implementação do novo Acordo Ortográfico. O diário fala de «nem grande entusiasmo, nem grande rejeição» e diz que ainda «há dúvidas sobre certas regras, mas ninguém se queixa de falta de material de apoio». Apesar de ainda se estar em fase de transição, alguns docentes acreditam que em breve esta mudança deixe de suscitar dúvidas. (Público)



publicado por Correio da Educação às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (6) | adicionar aos favoritos

30-11

O Plano Nacional de Leitura vai apostar nos próximos anos na consolidação dos resultados conseguidos, alargar a intervenção a níveis de escolaridade mais elevados e privilegiar a aprendizagem do ato de ler. O comissário do PNL, Fernando Pinto do Amaral, referiu que a partir de agora irão assumir maior destaque questões relacionadas com a aprendizagem da leitura, através da realização de estudos, e da formação de professores, e serão alargadas as ações para níveis de ensino mais avançados, como o terceiro ciclo e o ensino secundário. (Público)



publicado por Correio da Educação às 15:18
link do post | comentar | ver comentários (7) | adicionar aos favoritos

21-11

A editora brasileira Vozes publicou um livro de literatura de cordel que pretende ensinar, em verso, como é típico desta forma literária, fonética, morfologia, sintaxe semântica e o novo Acordo.

A obra, Lições de Gramática em Versos de Cordel, é de autoria de Janduhi Dantas, um professor e divulgador da literatura de cordel.

 

«Variar o termo menos
é erro crasso demais:
"Hoje havia menos gente"
"Elas estão menos más"
a palavra certa é menos,
não se diz menas jamais"» (Folha de São Paulo)

 





publicado por Correio da Educação às 11:16
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

16-11

O Governo vai fundir a cooperação e a língua portuguesa num único instituto, o novo Camões - Instituto da Cooperação e da Língua, que no próximo ano terá uma dotação orçamental de 61,6 milhões de euros.
Este novo instituto nascerá da fusão do Instituto Camões e do Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento e terá por missão potenciar o desenvolvimento da política da cooperação internacional e a promoção da língua e cultura portuguesa no estrangeiro. (Diário Digital)



publicado por Correio da Educação às 15:24
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

31-10

Os alunos portugueses e estrangeiros e os professores contam com novos espaços na Internet de apoio ao ensino e à aprendizagem do português lançados pelo Ciberdúvidas da Língua Portuguesa.
Uma dessas plataformas é a Ciberescola da Língua Portuguesa, com exercícios interativos para alunos do 5.º ao 12.º ano. O outro é o Cibercursos da Língua Portuguesa dirigido a um público anglófono. (Público)



publicado por Correio da Educação às 15:03
link do post | comentar | ver comentários (16) | adicionar aos favoritos


CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds