30-12

O Correio da Educação deseja a todos os seus leitores e colaboradores um excelente ano de 2012, cheio de desafios e descobertas nesta paixão que é ensinar e aprender.



publicado por Correio da Educação às 14:59
link do post | comentar | ver comentários (5) | adicionar aos favoritos

O Ministério da Educação esclareceu que está a analisar os processos de candidaturas ao financiamento do Programa Novas Oportunidades, após ter terminado o prazo para a sua apresentação. Com base nos resultados da avaliação do programa será revista a dimensão da rede para evitar sobreposições e a privilegiar “os Centros de Novas Oportunidades cuja qualidade de formação é mais elevada”. (Público)


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:56
link do post | comentar | ver comentários (2) | adicionar aos favoritos

29-12

A docente Leonor Pereira inventou cubos com cores contrastantes, formas geométricas e texturas, e um tapete com quadrados também com cores, formas e texturas. A combinação destes objetos permite que todas as crianças, invisuais ou não, os apreciem.

Esta criação fez parte da tese de mestrado que a docente realizou na Universidade do Mpinho, e com os quais pretendeu inventar brinquedos que incluíssem todos, promovendo o convívio entre crianças invisuais e crianças que veem normalmente. (Público)


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:46
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

23-12

Já estão abertas as inscrições para o Quest 4k. Neste desafio, o objetivo é juntar alunos dos ensinos básico e secundário, docentes e encarregados de educação no gosto pela matemática e pelos números.

Todas as semanas serão lançados novos desafios aos quais os alunos devem responder num determinado período de tempo. Os próprios alunos podem também lançar desafios.

No site oficial estão todos os detalhes do jogo – incluindo custos de inscrição - e a informação sobre os prémios disponíveis. As escolas também podem participar no jogo. (Tek)




tags:

publicado por Correio da Educação às 10:54
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

22-12

Lídia Marques & Paula Costa

 

“Quem não conhece línguas estrangeiras, não sabe nada da própria." Assim profetizava Goethe. Tal afirmação não poderia ser mais atual. Numa sociedade que se quer cada vez mais aberta aos outros, é fundamental alargar os horizontes pessoais, incentivar os mais novos, partilhar referências que fazem parte da nossa cultura e da nossa história, dar-lhes as ferramentas de que precisarão para se moverem num mundo cada vez mais exigente, uma aldeia global que não cessa de crescer e que está cada vez mais perto de nós. Uma geração que sabe menos é uma geração mais pobre. Por isso, as línguas constituem a chave fundamental para compreendermos os outros povos, irmos aos encontro das suas diferenças, encontrarmos semelhanças, partilharmos experiências, oportunidades, concretizarmos sonhos.


A Europa promove, todos os anos, no dia 26 de Setembro, o Dia Europeu das Línguas. É a oportunidade para lembrar que a aprendizagem das línguas é imprescindível, numa Europa cada vez mais interdependente. Esta comemoração assenta no princípio de que a diversidade linguística é um dos pontos fortes da Europa e que a aprendizagem das línguas contribui para reforçar a tolerância e a compreensão mútua. Em 2005, 146 países membros da UNESCO apelaram, numa convenção internacional, para a importância do plurilinguismo, salientando a necessidade de aprender várias línguas, para assegurar uma melhor diversidade cultural no mundo. As línguas não são só ferramentas propícias à comunicação mas refletem e transmitem igualmente perceções do mundo que nos rodeia, e no qual se inserem os nossos jovens.

 


 




publicado por Correio da Educação às 15:49
link do post | comentar | ver comentários (15) | adicionar aos favoritos

21-12

O jornal Público traça um balanço do primeiro período de implementação do novo Acordo Ortográfico. O diário fala de «nem grande entusiasmo, nem grande rejeição» e diz que ainda «há dúvidas sobre certas regras, mas ninguém se queixa de falta de material de apoio». Apesar de ainda se estar em fase de transição, alguns docentes acreditam que em breve esta mudança deixe de suscitar dúvidas. (Público)



publicado por Correio da Educação às 15:42
link do post | comentar | ver comentários (6) | adicionar aos favoritos

A Federação Nacional dos Professores exigiu uma prorrogação do prazo para discussão da proposta de revisão curricular, afirmando que até ao fim de Janeiro não há tempo para envolver os professores como seria necessário. O secretário-geral, Mário Nogueira, afirmou que os professores querem “ir à luta” na discussão da revisão curricular, que à partida, diz, significa mais desemprego. (Público)



tags:

publicado por Correio da Educação às 11:39
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

20-12

A partir do próximo ano letivo, os pais dos alunos indisciplinados ou com faltas em excesso passarão a ser responsabilizados pelo comportamento dos filhos na escola. Esta é uma das principais alterações que o Governo e os grupos parlamentares do PSD e do CDS pretendem introduzir ao Estatuto do Aluno, cuja revisão está a ser preparada pelo Ministério da Educação. (Público)


tags:

publicado por Correio da Educação às 17:36
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

No âmbito do passatempo para assinalar os 60 anos da ASA, recebemos numerosas candidaturas, das quais seleccionámos as seguintes como sendo as das obras mais antigas enviadas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Problemas de Físico-Químicas
Ano de Edição: 1973
Enviado por Helena Oliveira

 

 

Química 10.º Ano
Ano de Edição: 1980
Enviado por Palmira Oliveira da Costa Penas

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Noções Básicas de Saúde - Regulação Biológica, 11.º

Ano de edição: 1982
Enviado por Maria Beatriz Gomes dos Santos

 

Cada um dos vencedores receberá um pack com os livros O Líder sem Título, Aprenda a Ser Feliz e Trate a Vida por Tu.

Obrigado a todos pela participação.


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:19
link do post | comentar | adicionar aos favoritos

19-12

Questionado sobre o que poderá acontecer aos professores desempregados, num entrevista ao jornal Correio da Manhã, o primeiro-ministro Pedro Passos Coelho recomendou a emigração para Angola, Brasil e não só. O primeiro-ministro considerou ainda que: “Estamos com uma demografia decrescente, como todos sabem, e portanto nos próximos anos haverá muita gente em Portugal que, das duas uma: ou consegue nessa área fazer formação e estar disponível para outras áreas ou, querendo manter-se sobretudo como professores, podem olhar para todo o mercado da língua portuguesa e encontrar aí uma alternativa”. (Público)



tags:

publicado por Correio da Educação às 10:43
link do post | comentar | ver comentários (4) | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds