28-08

Público, on-line, 25.08.2009 - 20h14 Lusa

Os pais dividem-se quanto ao alargamento da escolaridade obrigatória para 12 anos, cujo diploma foi hoje promulgado pelo Presidente da República: a CONFAP congratula-se, enquanto a CNIPE denuncia a falta de condições das escolas para acolherem mais alunos.

"Não acredito que em dois anos se faça o que não se fez em 20 anos", afirmou Joaquim Ribeiro, da Confederação Nacional Independente de Pais e Encarregados de Educação (CNIPE), referindo-se à necessidade de mais salas, mais professores e mais auxiliares para acolherem um maior número de alunos.

 

Albino Almeida, da Confederação Nacional das Associações de Pais (Confap), está mais confiante, ao acreditar que o diploma hoje promulgado vai "empurrar" a concretização de outras medidas de melhoria do parque escolar.

 


tags:

publicado por Correio da Educação às 10:22
link do post | comentar | ver comentários (4) | adicionar aos favoritos

CONTACTOS

ce@asa.leya.com
pesquisa
 
Correio Disciplinar
Ciências Sociais e Humanas
Línguas e Literaturas
Ciências Exatas e Experimentais
Expressões
Escola em destaque
Escola Secundária Alcaides de Faria
Agenda


arquivo
Ligações
Parceiros
subscrever feeds